Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Non,je ne regrette rien"

Domingo, 04.11.07

O Domingo não é o meu dia da semana de eleição. Na verdade é o mais enfadonho. O mais cinzento mesmo em dia de sol, como hoje, mas com alguma pachorrice , para não dar razão a uma total inércia que me tenta aos domingos, estive a pôr em "dia" alguma música. A que escolhi é de uma senhora com uma voz inconfundivel.Edith Piaf , que nos anos 50, fez furor. As suas canções terão sido cenário de muitos momentos...de amor ou desamor. Não vivi essa época, mas há canções eternas que em todas as épocas podem marcar momentos.

" Non,je ne regrette rien ", não surge hoje por acaso, mas sim, depois da partilha de pequenas experiências e retalhos de vidas.

E,no enlevo da conversa, sacamos lá do fundo, uma canção que nós adoptamos em determinados momentos, como uma tatuagem, guardamos a emoção que nos provocou e até a deixamos permanecer.

Embora a canção, de que falo não tenha sido tatuada num momento feliz, para um dos intervenientes da conversa. Os momentos sentem-se, vivem-se e compõem os retalhos da manta que é a vida de cada um. E, muitas vezes, uma conversa pode espantar os nossos medos e receios, dissipar nuvens negras que ainda anunciam chuviscos .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 19:31


5 comentários

De A VER NAVIOS a 06.11.2007 às 14:26

Estou enganado, ou estamos em mais um momento de "baixo astral", brasileiramente falando?
Neste país em que vamos já com mais de 9 meses de primavera, será que é caso para tanta tristeza?
Eu sei que vamos pagar isto, mais cedo ou mais tarde. Os maus dias virão, com chuva, granizo, frio e vento.
Não será melhor deixarmos a tristeza para esses dias, comjugando assim o nosso interior com o que o rodeia.
Porque não aguardar e experimentar então?
Um abraço,

J. Lopes

De Zita a 07.11.2007 às 09:57

Ao organizar músicas perde-se a noção do tempo.
Esta cantora que escolheu colocar aqui é na verdade o símbolo de Paris, consegue com a sua voz melodiosa transpor-nos para a magia da cidade "luz".Faz-nos deambular em rodopio e ver a beleza que é a capital francesa em pleno Outono.
Isto é a dita magia ou sonho. O imaginário que muitas canções e livros nos emprestam.
Cumprimentos


De daplanicie a 07.11.2007 às 18:13

Nada melhor do que uma boa conversa para espantar o que nos assombra ou desagrada.
Beijinhos

De Lua de Sol a 08.11.2007 às 18:00

Às vezes, quando remexemos no baú das "memórias" (sejam livros, discos, filmes), paramos perante um ou outro que nos trazem à lembrança algo em especial; que no momento nos apetece porque parece compreender-nos... Esta senhora, que carrega e carregará a França ao colo, "mexe" com qualquer um. É poderosa e repleta de sensibilidade...

Os domingos também me parecem enfadonhos, mesmo solarengos... Não sei porquê, só o nome do dia já me lembra tédio...

Um beijinho

De estreladosul a 09.11.2007 às 20:12



Amiga, não escreveste uma palavra que não fosse verdade.

um lindo fim de semana

bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930